5. Desenvolvimento Institucional: 5.1 Gestão de Pessoas

Desenvolvimento Institucional

O ambiente institucional que prima pelo aprendizado constante é pautado pela sinergia entre as diversas áreas organizacionais, coordenando seus esforços para a realização da Missão institucional. A UFOB, em seu tempo de implantação e consolidação de suas atividades no Oeste da Bahia vem incorporando novos modelos de trabalho, bem como aprimorando aqueles que já fazem parte de seu fazer universitário. A constante busca pela maior institucionalização e integração das suas atividades e serviços é um dos pressupostos desses modelos de trabalho.

A dinâmica de atuação transversal entre as áreas de trabalho, com foco para a realização dos objetivos estratégicos, faz com que diversas áreas tenham seus resultados obtidos mediante um esforço coordenado. Visualizar a gestão universitária como algo sistêmico e organizado em rede, potencializa a atuação transversal, economizando os tão preciosos recursos disponíveis para a Universidade.

5.1 Gestão de Pessoas

A expansão da educação pública federal ocorrida a partir do início dos anos 2000 gerou oportunidades não só para os estudantes, pela abertura de novas vagas, mas também para os trabalhadores pela ampliação do quadro de pessoal docente e técnico-administrativo em educação nas universidades e institutos federais.

As oportunidades de trabalho decorrentes foram oferecidas em concursos de âmbito nacional para exercício em locais distribuídos por todo o território brasileiro, especialmente em locais onde não havia oferta de ensino superior público. Não raro foi o fato de as diferentes regiões onde foram localizadas as novas instituições de ensino não terem pessoal em número e qualificação para prover as vagas oferecidas, em consequência, os servidores contratados vieram de diferentes lugares.

O que se tem observado é que muitos servidores têm buscado redistribuição ou realizar novo concurso para instituições consolidadas, localizadas em centros maiores ou para os locais de onde vieram. Ato este que tem dificultado o fortalecimento dos corpos docente e técnico-administrativo em educação nas universidades interiorizadas. Atualmente, esse fluxo migratório de servidores está desacelerado, tendo em vista a redução drástica da expansão e da consequente redução da oferta de novas vagas. Isso, no entanto, não altera as razões e o desejo de migrar.

Para uma instituição recém-criada e em processo de implantação é de importância estratégica ter um corpo de servidores que tenha adotado esse novo lugar como sua opção para viver e trabalhar, fortalecendo o sentimento de pertencimento, que traz protagonismo no fazer cotidiano. Para que o pertencimento e o protagonismo da comunidade universitária caminhem juntos, é de importância estratégica para a UFOB e para a região, que sejam instituídas políticas que contribuam para a estabilização do seu quadro de servidores e para o fortalecimento dos vínculos com a instituição.

 

  

 

  

 

Quando a comunidade universitária propõe a iniciativa “Implementar o Plano de Capacitação e Qualificação dos TAES (Programa de Formação + Desenvolvimento) ” (AD1), a sinalização para a implementação da Gestão por Competências se faz presente e vale o registro como algo a ser estudado e implementado, da maneira possível, na UFOB. 

 

 

 

   

Associada a Iniciativa AD2.2 - Fortalecer Programa Saúde e Segurança Ocupacional - itens foram sugeridos durante as vivencias coletivas, tais como a criação de banco de talentos, oficinas de artesanato, esportes e finanças, práticas de exercícios laborais, dentre outras ações.

Um ponto a ser priorizado neste contexto do PDI é a Política de Acolhimento; por ser uma universidade interiorizada, e suas cidades de atuação ficarem em média 830km distante da capital baiana e 670km do Distrito Federal, agravado ainda pelas opções de transporte reduzidas, a fixação com qualidade dos servidores que ingressam na UFOB deve ser planejada e institucionalizada, promovendo ações para o conjunto dos servidores, mas principalmente considerando as especificidades de cada uma das 5 cidades onde os campi estão localizados, uma vez que as dificuldades encontradas são distintas em para cada uma delas. 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Template by JoomlaShine